Aprenda no artigo de hoje o que podemos fazer para acabar com a impotência sexual, com enfoque especial na disfunção erétil. Aproveite e faça uma boa leitura!

Impotência Sexual: Não é o fim do sexo

impotência sexual

A disfunção erétil (DE) não precisa sinalizar o fim de sua vida sexual. Cerca de 30 milhões de homens no Brasil são afetados pela disfunção erétil, relata o Instituto Nacional de Diabetes e Doenças Digestivas e Renais.

Muitos casos respondem bem a mudanças no estilo de vida, medicamentos, cirurgias ou outros tratamentos.

Mesmo que seus esforços para tratar a DE sejam malsucedidos, você e seu parceiro ainda podem desfrutar de intimidade física e uma vida sexual satisfatória. Aprenda algumas estratégias para manter viva a centelha em seu relacionamento.

 A comunicação é fundamental

impotência sexual

A ferramenta mais importante para uma vida sexual satisfatória é a comunicação com seu parceiro, especialmente quando você está lidando com DE ou outros desafios. Fale abertamente sobre seus desejos e medos.

Se você está passando por disfunção erétil ou baixa libido, seu parceiro pode se preocupar que você não os considere mais atraentes. Eles podem suspeitar que estão fazendo algo errado ou indesejável.

É importante tranquilizar um ao outro e permanecer solidário. Não tenha medo de pedir ajuda. Um bom terapeuta sexual pode ajudar você e seu parceiro a resolver os problemas juntos e melhorar sua vida sexual.

Tente relaxar para acabar com a impotência sexual

impotência sexual

A ansiedade é um dos maiores contribuintes para a DE. Em alguns casos, pode desempenhar um papel mais importante do que os problemas fisiológicos.

Quando você está preocupado em não ser capaz de realizar ou se divertir na cama, é menos provável que você se divirta e isso acarreta em impotência sexual.

É um ciclo de autorrealização. Tente não se concentrar em seu DE quando estiver ficando íntimo de seu parceiro.

Em vez disso, aproveite o tempo que passam juntos. Os exercícios de respiração profunda podem ajudá-lo a relaxar. As técnicas de massagem também podem proporcionar prazer e relaxamento simples por meio do toque.

Quanto mais relaxado você estiver, mais pronto estará para uma experiência sexual gratificante e sem estresse.

Redescobrir um ao outro

impotência sexual

Você se lembra quando você e seu parceiro começaram a namorar e cada toque que você compartilhou era emocionante? Você se lembra de como era explorar e descobrir os gostos e desgostos uns dos outros?

Tente reviver aquele tempo juntos. Beije, ria e experimente. Tire sua mente do relógio e aproveite o tempo juntos. Está tudo bem se você precisar fazer mais toques e carícias para chegar a um estado de excitação.

Você pode até descobrir que adora as preliminares extras e fica mais sintonizado com seu parceiro do que nunca.

Evite hábitos prejudiciais à saúde

impotência sexual

Certos hábitos de vida podem piorar a DE. Para ajudar a controlar a DE e desfrutar de uma vida sexual saudável:

  • parar de fumar
  • evite beber muito
  • evite drogas ilícitas, como maconha, cocaína, heroína e anfetaminas
  • Certos medicamentos também podem contribuir para a DE, incluindo alguns antidepressivos, anti-histamínicos, medicamentos para pressão arterial, analgésicos e medicamentos para a doença de Parkinson.

Se você suspeitar que seu DE está relacionado aos seus medicamentos, converse com seu médico. Pergunte sobre medicamentos alternativos ou outras opções de tratamento. Não pare de tomar medicamentos sem falar com eles primeiro.

Perca peso e faça exercícios regularmente

impotência sexual

A obesidade é um fator que contribui para a disfunção erétil em muitos homens. Perder o excesso de peso e praticar exercícios regularmente pode melhorar sua vida sexual.

Uma pesquisa relatada no Journal of the American Medical Associations sugere que o exercício regular e uma dieta com restrição calórica podem ajudar a tratar a disfunção erétil em homens obesos.

O exercício regular também pode melhorar sua saúde cardiovascular, força muscular e bem-estar geral. Isso pode ajudar a manter uma vida sexual saudável.

Alguns tipos de exercícios podem ser especialmente úteis. Cientistas da revista Sexual MedicineTrusted Source relatam que os exercícios para o assoalho pélvico podem ajudar a tratar a DE.

Esses “exercícios de Kegel” também podem ajudar a tratar a incontinência urinária e intestinal ou “gotejamento”.